sábado, 9 de outubro de 2010

Ousadia em busca de renovação

 Por Elisângela Silva


Novos personagens vão compor o novo cenário político brasileiro

Não é de hoje que atletas consagrados no esporte migram para a política e o primeiro turno das eleições 2010 mostraram muito bem que os eleitores dão seu voto para o esportista que defendeu o seu clube de coração ou o país em alguma competição internacional.

Os eleitores com essa postura estão respondendo contra os políticos corruptos que sempre se reelegem e estão envolvidos em escândalos com repercução nacional, ou simplesmente não tem a noção exata do que representa a responsabilidade de votar e votar consciente.

Figuras como Romário, um dos mais votados para deputado federal pelo PSB no Rio exemplificam bem a resposta do eleitor, que de certa forma deseja uma renovação no cenário político.

Provavelmente, Romário será um dos líderes da Bancada do esporte que trará projetos de lei para promover ainda mais o esporte pelo país, não só o futebol, mas outras modalidades que ajudarão no desenvolvimento e formação de novos cidadões, mais conscientes do seu papel na sociedade.

Outro que também entrou para a política foi Bebeto parceiro de Romário na seleção tetra campeão, como deputado estadual e também foi uma das novidades da eleição em 2010.

Mas não basta ter tido uma carreira vitoriosa no esporte e crer que isso vai ajudar na política, pois temos exemplos que não foram bem sucedidos. Marcelinho Carioca tentou se eleger deputado federal por São Paulo e não obteve os votos necessários, Vampeta e o ex-pugilista também ficaram de fora.

O que fica evidente com o primeiro turno, é que as pessoas querem apostar em novos candidatos que tenham ou não a mínina noção de política, mas que de certa forma tragam um pouco de esperança e renovação para a falida política nacional.




Nenhum comentário:

Postar um comentário